destinos,  EUROPA,  Itália

O que fazer em Sirmione: uma pequena joia no Lago di Garda

O que fazer em Sirmione, no Lago de Garda? Se você está com viagem marcada e planejando seu roteiro para a Itália, você chegou ao lugar certo. Neste post vou te passar tudo sobre a pequena joia medieval que é Sirmione, no norte e Itália.

Sirmione é uma cidade super pequena e vou te passar dicas de onde comer, falar cum pouco sobre as águas termais, o Castelo Scaligero e também das Grutas de Catullo. Por aqui você irá descobrir também como ir de Verona a Sirmione e porque você deveria incluí-la no seu roteiro pela Itália.

Portanto, anote todas as dicas para você poder planejar uma viagem incrível. Além de Sirmione, no Lago di Garda você encontra diversos outros atrativos incríveis. Confira aqui mais informações sobre o maior lago italiano.

Quantos dias ficar em Sirmione

Eu considero que em 1 dia você consegue visitar todos os cantinhos da cidade e entrar em todos os atrativos turísticos, que não são muito, entretanto são incríveis. Com um dia inteiro na cidade você conseguirá passear com certa calma e curtir bastante.

É possível também visitar Sirmione em apenas metade de um dia, chegando por volta do horário do almoço, para curtir a culinária da cidade e finalizar seu dia com um belo pôr-do-sol.

Agora, se você pretende curtir as praias, entrar nos atrativos turísticos, de repente fazer um passeio e ainda relaxar nas termas, eu recomendo então que fique pelo menos dois dias. Dessa maneira você terá tempo para conhecer tudo com calma e tranquilidade.

Acredito que no verão seja necessário mais tempo, já que nesta época do ano você poderá mergulhar nas cristalinas águas do lago. Já no inverno, você irá apenas para apreciar a vista, o que demanda menos tempo.

Como chegar em Sirmione

As cidades maiores e mais turísticas próximas a Sirmione e Lago di Garda são Verona, Veneza e Milão. E portanto, sugiro que você inclua esta pequena joia medieval no seu roteiro que contempla o norte da Itália, incluindo também as Dolomitas.

Confira aqui também o que fazer nas Dolomitas, um roteiro alternativo por Veneza e tudo sobre Milão.

Sirmione é uma península localizada no extremo sul do Lago di Garda, bem próxima às principais estradas do norte do país (E70, A35, A4). Sua localização facilita, portanto, para se locomover entre Milão e Veneza.

Já Verona é a cidade mais próxima de Sirmione, localizada a apenas 40km e cerca de 50 minutos de carro e sua viagem será basicamente pela E70.

É possível também ir para Sirmione a partir de Verona de ônibus, que sai do centro da cidade de Romeu e Julienta e te deixa no início da península de Sirmione, entretanto fica um pouco longe da entrada da parte medieval e turística. E é por isso portanto que eu recomendo que você esteja de carro.

Você pode alugar seu carro aqui pela RentCars, nossa parceira.

O que fazer em Sirmione

Sirmione é uma pequena cidade no sul do Lago di Garda, contudo, mesmo com seu pequeno tamanho, está recheada de atrativos interessantes. Mesmo que seja apenas para um passeio a pé pelo pitoresco centro medieval.

Em Sirmione você poderá curtir os seguintes atrativos:

  • Castello Scaligero Sirmione
  • Chiesa di Santa Maria della Neve
  • Termas de Sirmione
  • Chiesa di San Pietro in Mavino
  • Grutas de Catullo
  • Jamaica Beach
  • Centro histórico medieval

Castello Scaligero Sirmione

O Castello Sacligero é sem dúvidas o principal atrativo de Sirmione, sendo assim, é um passeio quase obrigatório. Ele é uma fortaleza medieval, do século XIII, construído para proteger a cidade de ataques.

O castelo é completamente cercado pelas águas e está logo na entrada do centro medieval da cidade, portanto para acessar tanto a cidade quanto o castelo, você passará por uma ponte suspensa logo na entrada da vila.

Dentro do castelo você poderá ver os calabouços, as muitas escadas e torres com uma vista incrível da cidade de Sirmione e do Lado di Garda, bem como as ruínas de um antigo mosteiro.

Também no seu interior, é possível ver uma doca que está cercada pelos muros, para atracar barcos. Lá de cima das torres você não só poderá apreciar a vista da cidade, como também ver o quão interessante é a construção em meio às águas.

É cobrado valor para entrar no castelo, que abre diariamente exceto às segundas. Se estiver por lá no primeiro domingo do mês você deu sorte, pois a entrada é gratuita!

Chiesa di Santa Maria della Neve

A igreja, construída no século XV é um atrativo e tanto! Principalmente pelo fato de em seu interior possuir juma ela coleção de arte sacra. Além do mais a Chiesa di Santa Maria della Neve é a principal igreja de Sirmione.

Em seu interior você encontrará muitos afrescos – pintados no também no século XV – e estátuas, perfeitos portanto para aqueles que gostam de arte, história e também se interessam por religião.

Ela é uma igreja simples, contudo de grande valor histórico e artístico para a cidade. O que faz dela um passeio imprescindível para quem se interessa por estes assuntos.

Termas de Sirmione

Outro ponto de interesse em Sirmione são suas termas, que são conhecidas pelas suas propriedades de cura e por isso atraem turistas do mundo inteiro. Os mais interessados costumam ser aqueles que tem problemas respiratórios. Além do mais as águas podem chegar a temperatura de 70º sendo portanto perfeitas para relaxamento e descanso.

Não só atrai quem busca alguma cura, como também pessoas que querem relaxar e ter um momento seu de descanso, deixando o estresse e preocupações do dia a dia um pouco de lado.

Neste link aqui você pode verificar todos os erviços que a Terme di Sirmione oferece.

Termas de Sirmione | Foto: Site Terme di Sirmione

Chiesa di San Pietro in Mavino

A Chiesa di San Pietro in Mavido é outra bela igreja da cidade, que não é tão conhecida como a citada anteriormente, entretanto é de grande valor para Sirmione.

Localizada no Parco di Sirmione, em meio a natureza e próximo à condomínios de casas e alguns hotéis, é, ao meu ver, um local imperdível! Ela é de fato uma igreja super simples e pequena, porém é linda! Seu interior não tem muitas pompas, visto que não possui muitos afrescos, nem pinturas ou esculturas.

Contudo a construção da igreja é datada do século VIII e a sua torre e sino dos séculos XI e XII. E você poderá apreciar alguns afrescos no seu interior, alguns deles com mais de 800 anos, eles são dos séculos XI e XVI

Em frente a igreja você verá um sino, que é um memorial para os italianos mortos na segunda guerra mundial. Tanto o sino, quanto a igreja, ficam em meio à muitas oliveiras e ciprestes, muito lindo! Inclusive fiquei imaginando um destination wedding ali que para quem planeja casar também no religioso, seria perfeito!

Siua localização é mais afastada, entretanto nada que precise de muita caminhada. Um ponto positivo é que a igreja fica no caminho para as Grutas de Catullo e também para a Jamaica Beach.

Chiesa di San Pietro in Mavino

Grutas de Catullo

Antiga residência de uma família romana, atualmente suas ruínas são um atrativo e tanto! Por lá você poderá visitas as ruínas, onde você visitará não só relíquias, mosaicos e afrescos como também um museu contando a histórica do local.

A construção era enorme, com 150m de comprimento e 105m de largura e você pode caminhar entre os arcos e colunas do século I. A parte legal é ficar imaginando como era a vida enquanto a construção ainda estava em pé. Incrível, não é mesmo?

Para entrar tanto no museu quanto nas ruínas você pagará uma taxa e o local fica aberto de terça à domingo. Portanto se você se interessa por histórica e curte ruínas romanas, este passeio é imperdível!

Grutas di Catullo | Foto: Wikimedia Commons

Jamaica Beach

Já a Jamaica Beach é uma praia de lago, algo que não só na Itália, como na Europa inteira é bem comum, visto que muitas cidades e regiões não possuem litoral.

A praia de Sirmione possui um espaço para você pegar sol em meio às pedras e “areia” na beira da água e – no verão – sinta-se livre para mergulhar e se refrescar. Logo nos pés da escadaria que você desce para acessar a praia você verá alguns vestuários e banheiros para os banhistas e também um bar.

No verão a praia costuma ficar cheia e bem concorrida, entretanto é um programa incrível para relaxar, descansar e se refrescar do calor.

Jamaica Beach

Centro histórico medieval

Por fim recomendo que você se perca no centro histórico medieval da cidade, que é lindo de viver. Cheio de construções históricas e cantinhos pitorescos, sugiro portanto que você se deixe levar pelas ruelas, passando pela beira do lago e também pelas outras praias à beira do lago na península de Sirmione.

Para mim, andar sem rumo por estas pequenas vilas históricas é um dos programas preferidos. Você encontra jóias e pode imaginar de fato como era a vida antigamente. Eu acho incrível não só o fato de a cidade ainda ter vida como também preservar tão bem as construções por tanto tempo.

Roteiro de 1 dia em Sirmione

Pela manhã

Para começar seu roteiro, sugiro que vá andando pelas ruas e faça a primeira parada na Chiesa di Santa Maria della Neve para apreciar sua beleza. De lá, continue a se perder pelo centro histórico, passando também pela Piazza Giosuè Carducci, que fica junto a um pier e possui um belo visual da cidade e do lago.

Continuando sua manhã, siga pelo centrinho da cidade, minha dica é que você se perca pelas ruas, admirando as construções históricas. Contudo, faça algumas pausas para fotos, explore os cantinhos, se tiver interesse entre em locais que te chamar atenção. Explorado bem o centro, que tal fazer uma pausa para almoço?

Na parte da tarde

Terminado de almoçar, siga em frente até chegar na Terme di Sirmione, que você pode optar por fazer algum tratamento ou não – tudo vai depender portanto do tempo que tiver disponível.

Em seguida, vá caminhando em meio ao Parco Sirmione apreciando a natureza até chegar a bela Chiesa di San Pietro in Mavino. Depois sugiro que vá para as Grutas de Catullo e explore o local.

Finalizado o passeio pelas ruínas romanas, desça então até a Jamaica Beach. Se tiver calor (ou não), reserve um tempo para curtir a praia, dar um mergulho e apreciar o lindo visual do Lago di Garda.

Depois de relaxar um pouco na praia, eu recomendo que volte para o centrinho histórico pelas margens do lago, portanto lá da praia olhando para a cidade caminhe pelas pedras pelo canto esquerdo até chegar em um caminho e outra praia que te levarão até muito próximo do castelo.

Volte para o centrinho histórico e agora nada mais justo do que fazer uma pausa para saborear um delicioso gelato.

Por fim termine seu dia com chave de outro, portanto minha sugestão é que entre no castelo no último horário. Ele é mais vazio e você ainda ganhará de presente um lindo pôr-do-sol lá do alto. Imperdível!


Leia mais sobre a Itália


Planejando sua viagem

Somos parceiros de várias empresas e por isso abaixo vou deixar o link delas para que você possa planejar sua viagem. Se você utilizar o nosso link, você não pagará nada a mais por isso, porém estará contribuindo com o blog. Estas empresas nos dão uma comissão a cada reserva e portanto isso nos ajuda a manter o blog! 🙂

  • Em busca de hospedagem para sua viagem? Clica aqui no Booking.com para encontrar a melhor hospedagem para você.
  • Está buscando passagens com preços acessíveis? Aqui na Max Milhas, nosso parceiro, você pode encontrar a melhor oportunidade!
  • Vai fazer uma RoadTrip? Corre lá no RentCars e reserve já seu carro!
  • Seguro viagem é imprescindível em qualquer viagem e a SegurosPromo tem as melhores opções.
  • Para você chegar no seu destino já com internet, adquira seu chip do nosso parceiro EasySIM4U aqui.
  • Em busca de passeios? Aqui você pode ver os melhores passeios no mundo todo com a GetYourGuide.

Entre em contato conosco e solicite seu Roteiro Personalizado

Aviso: O JavaScript é necessário para esse conteúdo.

curiosa. inquieta. sonhadora. feminista. libriana com ascendente em gêmeos, se isso te diz alguma coisa. louca por viagem, novas culturas, gastronomia. tenho um enorme desejo em mudar o mundo.

Nuny Pelo Mundo