Vista | O que Fazer em Roma
destinos,  EUROPA,  Itália

O que fazer em Roma | Parte 1

Roma é uma das cidades mais visitadas do mundo e aqui você descobre porque

Sempre tive o sonho de conhecer a Itália e sem sombra de dúvidas a história sempre foi um grande atrativo pra mim. Principalmente porque em Roma o passado se mescla de uma forma impressionante com os dias de hoje. E mesmo sendo uma das cidades mais antigas do mundo, ela segue viva, cheia de energia e também muita coisa legal acontecendo. Portanto neste artigo vou te dar umas dicas de o que fazer em Roma em um roteiro de 5 dias e meio pela capital italiana.

Roma é uma cidade incrível, de fato! Muito grande e cheia de atrativos. Muitos museus, muitas igrejas, muitos restaurantes, bares e cafés deliciosos. Portanto, concluo que a melhor forma de falar sobre Roma é separando em 4 etapas:

Assim vou poder detalhar melhor e não terei nenhum artigo muito grande e massante.

Aqui você confere o roteiro completo de 26 dias dias pela Itália

O que fazer em Roma

Conforme já falei acima, ficamos 5 dias e meio em Roma, incluindo Vaticano, e concluo que foi suficiente. Entretanto ficaria mais pelo menos 2 dias. Principalmente para poder explorar a cidade de forma mais local, me perder em bairros menos famosos em busca de bons restaurantes, cafés e mais. Já tenho desculpa para voltar a Roma! Não que precisasse, não é mesmo?

Coliseu | O que fazer em Roma
Coliseu | Roma

Da para ficar menos? Sempre da, né? Assim como sempre da (e como rs) pra ficar mais. Menos que cinco dias considero pouco, se você considerar que os principais atrativos de Roma mesmo que muito clichês valem muito a pena!

Abaixo um mapa separado por cores e dias de o que fazer em Roma. Se você clicar no ícone com seta no canto superior esquerdo ao lado do título do mapa, você poderá ver a legenda, assim irá facilitar sua visualização e entendimento.


O que fazer em Roma | Parte 2

Dia 1

Chegamos em Roma de trem, vindo de Milão. Foi uma viagem tranquila de 3 horas e meia de duração. O trajeto era Milano-Central para Roma-Termini. Como estávamos super cansados pois tínhamos dormido pouco no dia anterior, pegamos um Uber para nosso Airbnb, mas não recomendo. Super caro, pois na Itália eles só tem o Uber Black e demoramos bastante para conseguir um carro.

Enfim, chegando no nosso airbnb, que ficava no bairro Trastevere, fizemos o check-in e a ideia era descansar um pouco. Mas quem disse que conseguimos? Estávamos muito ansiosos para conhecer Roma, então aproveitamos que ainda era cedo e fomos andando meio sem rumo.

Trastevere | O que fazer em Roma
Trastevere | Roma

Mas antes, paramos para almoçar. Encontramos um restaurante super pequeno e com uma comida bem caseira e o melhor, bem típica dos locais. Era no estilo PF e não só a comida era uma delícia, como também era super barata! Super recomendo se você estiver hospedado ou passeando por Trastevere. O restaurante chama Food Factory Roma.

Seguimos e caminhamos um pouco por Trastevere, que é um bairro super cool e muito charmoso. Chegamos no rio Tibre e então resolvemos continuar andando porque já estávamos encantados com a cidade. Um tropeço e várias construções super históricas e gratuitas. Minha mente estava feliz da vida, mas confesso que meu corpo só queria dormir rs

Teatro Marcelo e Monumento a Vitorio Emanuelle

Atravessamos então o rio pela Isola Tiberiana e logo demos de cara com o Teatro Marcelo. Este teatro foi feito pelo impeador Augusto em homenagem ao seu único sobrinho Marcelo e foi inaugurado em 17 a.C.. O teatro é muito parecido com o Coliseu, porém numa escala muito maior. Muitos acreditam que ele serviu de base para a construção do Coliseu.

Teatro Marcelo | O que fazer em Roma
Teatro Marcelo | Roma

Seguindo então a Via del Teatro di Marcello e chegamos próximo a Piazza Venezia e o Monumento Vittorio Emanuele, mas antes subimos uma escadaria do Monte Capitolino e pelos fundos descemos as escadas Gemônias, destacadas no mapa lá em cima.

No fim dessas escadas demos de cara com um visual incrível do Fórum Romano e os outros muitos monumentos do complexo do Coliseu. Lindo de viver!!!

Forum Romano | O que fazer em Roma
Fórum Romano

Seguimos então para o Monumento a Vittorio Emanuele, pois nossa ideia era ir até o rooftop para tomar um Aperol Spritz enquanto curtíamos o pôr-do-sol. Entretanto descobrimos que o elevador para suvir até o rooftop custava EUR 10,00. Desistimos na mesma hora. Curtimos as varandas do monumento e apreciamos a linda vista. Dali era possível ver o Coliseu, a cúpula da Basílica de São Pedro, no Vaticano e muitas outras cúpulas das muitas igrejas de Roma.

No fim, fomos presentados com um lindo pôr-do-sol e junto um espetáculo de pássaros dançantes no céu. Foi muito encantador.

Pássaros Dançantes do Pôr-do-sol

Jantar em Trastevere

Voltamos para Trastereve com a ideia de jantar na famosa La Prosciuteria porém a fila era enorme! Resolvemos então buscar um restaurante no vuco vuco do Trastevere para experimentar uma boa massa. Acabamos jantando no Restaurante Carlo Mente, famoso pelos bons preços e deliciosas massas. Aprovado!

Andamos mais um pouco pelo agito noturno de Trastevere e partimos para nossa casinha, afinal o dia seguinte seria longo, pois adoramos explorar os destinos a pé. E nada melhor do que fazer isso em Roma!


Dia 2

Nosso segundo dia foi de explorar o centro histórico da cidade, suas ruas cheia de vida, feiras de rua, monumentos históricos e belas praças. Essa parte de Roma é incrível. Sim, você tropeça com muito turista, mas é onde você vê a vida da cidade, sabe? E sempre da pra escapar da muvuca escolhendo ruas alternativas e menos cheias para andar, o que normalmente fazem os locais.

Campo di Fiori

Nossa primeira parada foi o Campo Di Fiori que diariamente se enche de turistas e locais em busca de frutas e verduras frescas, bons temperos, queijos, massas e muitos outros artigos da culinária italiana. São muitos cheiros, muitos sabores e muitas cores. A praça fica cheia e é um agito só. Eu particularmente adoro essa muvuca de feira de rua. Ficamos malucos querendo comprar tudo. Pena que não tínhamos mais muito espaço na mala, que já estava bem cheia de vinhos da Toscana. 😀

A noite os feirantes vão embora e abre espaço para os muitos restaurantes e bares ao redor da praça colocarem suas cadeiras pra rua e servirem as delícias da gastronomia italiana. Também é um agito, mas um pouquinho diferente.

Piazza Navona

A Piazza Navona é uma praça super famosa do centro de Roma. Assim como o Campo di Fiore, durante o dia enche de turistas e a noite o agito fica por conta dos bares e restaurantes.

Na praça existem dois chafarizes, um em cada ponta da praça e no centro uma fonte. Os 3 monumentos super bem trabalhados com esculturas. São lindos, mas me incomodei um pouco pois essa praça era muito cheia.

Nesta praça resolvemos entrar numa igreja chamada Sant’Agnese in Agone. O interior da igreja é muito lindo! Não sabíamos nada sobre a igreja, então dei um google rápido para entender melhor. É uma igreja do século XVII e é o local onde Santa Inês, a quem é dedicada, foi martirizada. Fui batizada na igreja católica, mas não me considero católica, e portanto não entendo muito sobre.

Porém, o que entendo é sobre energia. E gente, não sei explicar, mas quando entrei ali eu senti uma energia tão boa, mas tão boa!!! Então tirei uns minutinhos pra aproveitar dessa energia para agradecer ao universo por me proporcionar essas experiências incríveis. Porque eu sei que sou extremamente privilegiada por poder viajar e conhecer esse mundão. E sou muito grata por isso.

Pantheon

Da Piazza Navona fomos direto para o Pantheon, que fica de 3 a 5 minutinhos a pé. O centrinho parece enorme, mas a verdade é que é super estreito e todo encantador, então da tranquilamente para você fazer tudo a pé. Porque você vai andando e nem vê o tempo passar.

O Pantheon por fora já é super imponente né. Você vê a cúpula de longe de alguns lugares da cidade e chegando em frente a ele você percebe a imensidão dele. Porém, o que eu não imaginava era entrar e ficar completamente boquiaberta.

Pantheon | O que fazer em Roma
Pantheon | Roma

Ele foi encomendado Marco Agripa durante o reinado do imperador César Augusto (27 a.C.–14 d.C.) e reconstruído por Adriano por volta de 126 d.C.. E o que mais impressiona é sua arquitetura. A cúpula é imensa e internamente ela não é sustentada por nenhuma coluna e esta estrutura é estudada até os dias de hoje. É realmente muito impressionante. Fiquei me perguntando como pessoas construíram aquilo e cheguei a conclusão que na realidade quem construiu foram ets rs. Brincadeiras a parte, é um dos lugares imperdíveis para se conhecer em Roma!

Aproveitamos para almoçar o bom e barato panini de todos os dias. E bem ali na Piazza della Rotonda tinha a L’Antica Salumeria. Acara do panini estava muito boa e resolvemos comrpar um para comer na praça mesmo. Delícia! Os queijos e presuntos (prosciuttos) italianos são sensacionais e os paninis são super bem servidos. Almoço bom, barato e rápido!

Fontana di Trevi

Depois de ficarmos embasbacados com o Pantheon, seguimos para a Fontana di Trevi e esse lugar é o mais clássico quando falamos em expectativa x realidade. A praça e a fonte ficam completamente lotada de gente. Achei isso um horror kkkk

Olha isso! É muita gente!!! rs

Nossa passada foi super rápida, fizemos algumas tentativas de foto sem sucesso. Porque na verdade era impossível fazer uma boa foto em meio aquele muvuca de gente! Nossa decisão foi seguir em frente e voltar na Fontana um outro dia, bem cedinho.

Piazza di Spagna | Piazza del Popolo | Villa Borghese

Outro lugar expectativa x realidade. Aquelas famosas escadarias da Piazza di Spagna lotadas de pessoas sentadas e mais um monte de gente tentando (sem sucesso) tirar uma boa foto. Já que estávamos ali (rs), subimos as escadarias onde fica a igreja Trinitá dei Monti. Assim poderíamos também apreciar o visual lá de cima, que é bem bonito!

Piazza di Spagna | O que fazer em Roma
As afmosas escadarias da Piazza di Spagna

Por ali por perto da Piazza di Spagna nos perdemos em meio as ruelas em busca de um café porque sim! E porque precisávamos descansar um pouquinho.

Dali seguimos para a Piazza del Popolo, onde ficam as igrejas gêmeas: Chiesa di Santa Maria Miracoli e Basilica di Santa Maria in Montesanto. Mas nosso objetivo mesmo era subir para o parque da Villa Borghese, que tem acesso pela Piazza del Popolo.

Chegando no parque que fica um pouco mais no alto – da praça para o parque é necessário subir algumas escadas e então fomos logo para a Terrazza del Pincio, no fim das escadas. Tem uma vista bem bonita de Roma! 🙂

Parque Vila Borghese | O que fazer em Roma
Parque Vila Borghese

Depois disso fomos andando sem rumo pelo parque, sentamos nos banquinhos, curtimos o lago que tem no parque. Uma delícia! Mas confesso que achei o parque meio mal cuidado. Neste parque tem a Galleria Borghese, um museu com esculturas e pinturas famosas. As principais pinturas são as de Caravaggio e Rafaello. Entretanto optamos por não entrar no museu.

Volta para casa a pé e jantar

Estávamos muito cansados, mas resolvemos voltar para casa a pé. Bem doidos, rs. No meio do caminho começou uma chuva muito forte e paramos no primeiro restaurante que vimos kkkk. E não é qaue valeu a pena? O restaurante era uma delícia!!! Pedimos uma entrada com vários petiscos e depois uma massa cada um. Acabamos nos surpreendendo. O restaurante se chama Jazz Café e também está destacado no mapa.

Depois disso, só nos restou ir para casa e descansar!


Dia 3

O terceiro dia do nosso roteiro ficou reservado para a cidade do Vaticano. Era o último domingo do mês e descobrimos que neste dia os Museus do Vaticano são gratuitos. Portanto, resolvemos economizar no mínimo EUR 18,00, que era a entrada mais simples, que inclui os museus e a Capela Sistina.

Os museus abrem as 09h e para isso tivemos que acordar super cedo e ir para a file, pois tínhamos lido que a fila fica imensa. Nossa ideia era chegar no máximo 08h20, mas foi difícil sair da cama e chegamos 20 para as 09h. A fila parecia interminável!!!!! Encontramos com um casal de brasileiros na fila e ficamos conversando, o que ajudou o tempo a passar mais rápido. Porém, para nossa surpresa a fila andou rápido e por volta das 09h30 já estávamos dentro dos museus.

Museus do Vaticano e Capela Sistina

Finalmente entramos nos museus e pra ser sincera o que me interessava mesmo era a Capela Sistina! Ela fica dentro dos museus e é a última coisa a ser vista rs

Os museus são enormes! Muita sala, muita escultura e muita história, não só da igreja católica como da humanidade num geral. Muita coisa interessante, porém como é muito grande e também muito cheio, fica meio massante.

Museus do Vaticano

Andamos, andamos, andamos e andamos mais um pouquinho. Aí então pegamos congestionamento de pessoas e finalmente chegamos na Capela Sistina. De cara entrei e pensei “nossa, isso aqui é a Capela Sistina?”… Mas não precisou mais do que 10 segundos pra eu analisar rapidamente o famoso teto de Michelangelo e entender porque este lugar é tão famoso e porque consagrou Michelangelo. Gente, é muito impressionante!

O pé direito do lugar é super alto e fico imaginando a engenharia pra conseguir pintar o teto inteiro. Impressionante! Sem contar que, o próprio Michelangelo, de início recusou a oferta pois ele era escultor e não se considerava um bom pintor. Depois de muito insistirem ele então aceitou e no final das contas, depois de Davi, é sua obra mais famosa. E com razão!

Infelizmente não é permitido tirar fotos lá dentro e nós, claro, obedecemos esta regra. Por isso o que vimos ficou na memória e nas fotos que encontramos na internet. Então eu te digo uma coisa: vá! Mesmo não sendo católico, mesmo não gostando de artes plásticas e pintura, mesmo não tendo muito interesse por arte. Este lugar merece ser exaltado. É muito lindo e impressionante.

Praça de São Pedro

A Praça de São Pedro é aquela famosa praça central da cidade do Vaticano. Ela é acessível a pé e é gratuita. Assim como a Basílica de São Pedro. Entretanto para entrar na Basílica de São Pedro, justamente por ser de graça, a fila é bem grandinha. Mas anda rápido e enquanto aguarda na fila, aproveita para apreciar a beleza do lugar.

Piazza di San Pedro | O que fazer em Roma
Praça e Basílica de São Pedro

Nesse último domingo do mês o Papa faz uma aparição na praça, as 11h, para a Oração do Angelus. Então se você se programar para chegar bem cedo para a entrada dos museus do Vaticano e Capela Sistina, é possível ver papa ao vivo. Quando chegamos na praça ele já tinha acabado a oração. Se tivéssemos chegado um pouco mais cedo na fila para os museus, com certeza teria dado tempo.

Basílica de são Pedro

Contudo depois de outra fila, entramos na Basílica de São Pedro. Ela é a maior igreja do mundo e por dentro ela é muito impressionante. É muito bonita! Muito mesmo. Muitos detalhes, muitas pinturas, esculturas. Vale super a pena conhecê-la por dentro.

Basílica de São Pedro | O que fazer em Roma
Basílica de São Pedro | Vaticano

Logo depois então decidimos subir na cúpula da basílica. Este passeio é pago e pagamos EUR 6,00 por pessoa para subir. Mas atenção, se você é claustrofóbico ou tem problemas com lugares estreitos e muito fechados, recomendo que não faça esse passeio. Porque depois de subir muitas escadas, já na cúpula, as escadas chegam a ser na diagonal por conta do formato da cúpula. É super estreito e tem um caminho para subida e outro para descida, pois não passam duas pessoas ao mesmo tempo.

Vaticano | O que fazer em Roma
Vista da cúpula da Basílica de São Pedro

Entretanto o visual lá de cima é deslumbrante, de tirar o fôlego! Lá de cima da pra ver Roma inteira!!! E também é possível ver o restante da cidade do Vaticano que não é acessível a turistas.


Confira aqui nosso roteiro completo de 26 dias pela Itália

Encerro por aqui a primeira parte deste guia e portanto deixo os dias 4, 5 e 6 para a parte 2 de o que fazer em Roma. A cidade é muito grane e tem muita coisa para fazer, por isso nada mais justo do que separar o roteiro em duas partes para não ficar cansativo para você que está lendo.

Aqui você pode conferir a segunda parte do Roteiro de 6 dias em Roma.

Mas me conta aqui nos comentários o que você está achando deste roteiro, quero muito saber sua opinião. Vamos bater um papo! E você que já foi a Roma, me conta da tua experiência por lá.

E por fim, se você tem uma viagem programada para Roma ou está pensando em ir, entra em contato conosco por aqui. Nós oferecemos serviços de Roteiros Personalizados. Vamos adorar conversar com você, entender um pouco mais dos seus gostos e fazer um roteiro perfeito para o seu perfil!

Beijos,
Hayuni.

Planejando sua viagem

Somos parceiros de várias empresas e por isso abaixo vou deixar o link delas para que você possa planejar sua viagem. Se você utilizar o nosso link, você não pagará nada a mais por isso, porém estará contribuindo com o blog. Estas empresas nos dão uma comissão a cada reserva e portanto isso nos ajuda a manter o blog! 🙂

  • Em busca de hospedagem para sua viagem? Clica aqui no Booking.com para encontrar um lugar perfeito para se hospedar.
    Está buscando passagens com preços acessíveis? Aqui na Max Milhas, nosso parceiro, você pode encontrar a melhor oportunidade!
    Vai fazer uma RoadTrip? Corre lá no RentCars e reserve já seu carro!
    Seguro viagem é imprescindível em qualquer viagem e a SegurosPromo tem as melhores opções.
    Para você chegar no seu destino já com internet, adquira seu chip do nosso parceiro EasySIM4U aqui.
    Em busca de passeios? Aqui você pode ver os melhores passeios no mundo todo com a GetYourGuide.

curiosa. inquieta. sonhadora. feminista. libriana com ascendente em gêmeos, se isso te diz alguma coisa. louca por viagem, novas culturas, gastronomia. tenho um enorme desejo em mudar o mundo.

4 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nuny Pelo Mundo
%d blogueiros gostam disto: