Topo do Cerro San Bernardo | O que fazer em Salta Argentina
América do Sul,  Argentina,  destinos

As imperdíveis maravilhas de Salta, na Argentina

Retomando a nossa série de posts sobre nomadismo na América do Sul, hoje eu vou falar sobre a minha segunda parada! Foi uma looonga viagem de Assunção até Salta, na Argentina. Lá, a gente ficou três dias incríveis, antes de alugar um carro para explorar um pouco mais a fundo o noroeste da Argentina. Foi o suficiente para descobrir os motivos pela qual Salta é conhecida como “La Linda”. É difícil encontrar descrição melhor para essa cidade do que a palavra “encantadora”!

A cidade de Salta, no noroeste da Argentina, tem cerca de 500 mil habitantes e se situa próximo à Cordilheira dos Andes, no Vale de Lerma, a mais de 1100 metros de altitude. Localizada em uma região importante para o Império Inca, a cidade foi fundada em 1582 pelos espanhois e preserva de maneira exemplar sua arquitetura colonial. Assim, mistura seus traços indígenas e coloniais com a diversidade de belezas naturais que a rodeia.

Visual de Salta | O que fazer em Salta Argentina

O que fazer em Salta, Argentina

Plaza 9 de Julio, Catedral e Cabildo

Um perfeito ponto de partida para descobrir Salta é certamente a Plaza 9 de Julio. Ao redor dela que estão a Catedral e o Cabildo de Salta. A primeira foi construída no século XIX e abriga as cinzas do General Martín Miguel de Güemes, um dos herois da independência argentina. Já o Cabildo foi sede das autoridades de Salta do século XVI ao XIX e é o melhor conservado da Argentina. Ao redor da praça, ainda estão localizados diferentes museus.

Plaza 9 de Julio | O que fazer em Salta, Argentina
Plaza 9 de Julio

Museo de Arqueologia Alta Montaña

Dentre esses museus, certamente o mais imperdível é o Alta Montaña. Lá, estão expostos vários objetos da civilização Inca. Mas o ponto alto do museu são os corpos das crianças incas sacrificadas há milhares de anos. Como tais corpos eram depositados no alto dos Andes, o gelo fez com que fossem totalmente conservados. São três os corpos, que têm sua exposição revezada por razões de preservação, a cada seis meses. Foram resgatadas em 1999 e são chamadas as “múmias LLullaillaco”. É indescritível a sensação de ficar frente a frente com o corpo de uma criança inca, vale MUITO a pena. Minhas lágrimas que o digam!


Parque San Martín

A três quarteirões da Plaza 9 de Julio, está o Parque San Martín. Com muito verde, lagos com pedalinhos, chafariz, bancos e uma linda ponte, é um ótimo lugar para relaxar. Aos domingos, acontece ali uma feira de artesanatos locais que também vale a pena aproveitar.

Lago da Plaza San Martín | O que fazer em Salta Argentina
Lago da Plaza San Martín

O que fazer em Salta, Argentina: Teleférico de Salta

Localizado em frente ao Parque San Martín está a entrada do teleférico. Ele leva até o topo do Cerro San Bernardo, que tem uma vista espetacular da cidade. Dá pra chegar lá também de carro ou mesmo a pé, mas o teleférico dá um frio na barriga que vale a pena. Lá em cima, tem diversos bares pra tomar uma gelada, alguns monumentos, um jardim maravilhoso e lojinhas pra comprar lembrancinhas.

Teleferico de Salta | O que fazer em Salta Argentina
Teleférico de Salta
Topo do Cerro San Bernardo | O que fazer em Salta
DCIM\100GOPRO\G0090235.JPG

Calle Balcarce

Outro ponto alto da cidade é a Calle Balcarce, principalmente à noite. Com muitas opções de restaurantes, bares e baladas, a rua é um charme. Foi nossa escolha pra passar a virada do ano. Lá, ainda, é possível aproveitar as famosas peñas, que são os bares com bandas tocando músicas típicas. Foi lá também que comi as famosas empanadas saltenhas e as humitas, que são marca registrada da cidade e que valem muito a pena. Indico as com carne de lhama, pros não vegetarianos.

Calle Balcarce
Empanadas Saltenhas

Passeios saindo de Salta

Por fim, ainda é possível ter Salta como base, já que ao redor da cidade são inúmeras as atrações. Em direção ao sul, é possível diferentes passeios: andar no Tren de las Nubes (trem tão alto que fica em cima das nuvens), provar os vinhos de Cafayate, conhecer o Parque Nacional Los Cordones e seus cactos gigantes, e ainda a Quebrada de las Conchas com sua paisagem vermelha. A estrada para chegar a muitos desses destinos, por si só, já vale a pena. A Estrada 68 é considerada uma das mais bonitas do mundo! Todos esses passeios podem ser contratadas com agências locais de Salta no estilo bate-e-volta. Mas também é possível, claro, alugar um carro e fazer o trajeto por conta.

Em direção ao norte, está Jujuy, outra província que conta com vários vilarejos em meio aos Andes. É lá que fica a Quebrada de Humahuaca, com as cidades-vilarejos Purmamarca, Humahuaca e Tilcara. São consideradas patrimônio da humanidade e são habitadas há mais de 10 mil anos. Serão, contudo, tema do próximo post, já que a nossa escolha foi seguir por ali, e não nos arrependemos em nada.

Serie Nomadismo

Além destas dicas de o que fazer em Salta, Argentina, a série de nomadismo na América do Sul tem mais alguns posts. Vem conferir aqui outras dicas de viagem e da vida de nômade na América do Sul que já publicamos e fica ligado que de 15 em 15 dias mais um post da serie entra no ar.

DICAS PRÁTICAS

Como chegar em Salta, Argentina?

O aeroporto de Salta – Aeroporto Internacional de Salta Martín Miguel de Güemes – não recebe voos direto do Brasil. Para chegar a cidade você pode voar para Buenos Aires e de lá pegar um voo para Salta. Aqui você pode encontrar os melhores voos.


Onde se hospedar?

Ficamos em um Airbnb bem afastado do centro da cidade, por isso não indicamos muito. Portanto indicamos que você se hospede nos arredores da Plaza 9 de Julio.

Você pode buscar a melhor opção de hospedagem por aqui. Como somos parceiros do Booking.com, reservando sua hospedagem pelo nosso link você não paga nada a mais por isso, mas ajudará o blog. 🙂

Espero que tenham gostado desta nossa experiência em Salta, na Argentina. Não moramos aqui, mas foi um passeio perfeito! Nos conta nos comentários o que você achou de Salta e também o que está achando da Série Nomadismo na América do Sul.

Beijos,
Bruna.

Planejando sua viagem

Somos parceiros de várias empresas e por isso abaixo vou deixar o link delas para que você possa planejar sua viagem. Se você utilizar o nosso link, você não pagará nada a mais por isso, porém estará contribuindo com o blog. Estas empresas nos dão uma comissão a cada reserva e portanto isso nos ajuda a manter o blog! 🙂

  • Em busca de hospedagem para sua viagem? Clica aqui no Booking.com para encontrar um lugar perfeito para se hospedar.
  • Está buscando passagens com preços acessíveis? Aqui na Max Milhas, nosso parceiro, você pode encontrar a melhor oportunidade!
  • Vai fazer uma RoadTrip? Corre lá no RentCars e reserve já seu carro!
  • Seguro viagem é imprescindível em qualquer viagem e a SegurosPromo tem as melhores opções.
  • Para você chegar no seu destino já com internet, adquira seu chip do nosso parceiro EasySIM4U aqui.
  • Em busca de passeios? Aqui você pode ver os melhores passeios no mundo todo com a GetYourGuide.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nuny Pelo Mundo
%d blogueiros gostam disto: